Qua
07 Ago
2013

Final de semana romântico em Buenos Aires.

Postado por Thaís Towersey - 0 Comentários


Buenos Aires é uma viagem clássica para brasileiros, mas nem todos já visitaram ou conhecem bem a cidade. Nesse post, veremos um roteiro mais romântico, não pegando necessariamente todos os pontos mais conhecidos da cidade, mas sim os mais gostosos de se ver a dois.     

                                                                                                               

Se estiver planejando sua viagem ainda, indico ler o post “América do Sul: preciso de passaporte para viajar?”, para entender melhor quais documentos são necessários para sua trip sair perfeita!

Casa Rosada.


1) Sexta à noite:

Presumindo que você chegará na sexta à noite, já que passará apenas 1 final de semana, não podemos perder tempo e, depois de se instalar no hotel, já vamos sair! Para não se cansar pro dia seguinte, que será agitado, que tal um jantarzinho romântico em Puerto Madero?

Esse é o bairro mais novo de Buenos Aires, com restaurantes maravilhosos, geralmente carinhos, mas que vale a pena pela boa comida e o clima gostoso ao lado do Rio da Prata. Sempre que quiser jantar, e não tiver nada perto de seu hotel que tenha chamado sua atenção, pegue um taxi até lá e escolha um dentre as dezenas de opções maravilhosas que existem. Peça para o taxi te deixar na Av. Alicia Moreau de Justo e escolha o que mais te agradar.


Puerto Madero, Puente de La Mujer ao fundo.


O restaurante que indico se chama Cabaña Las Lilas. Como praticamente todos na Argentina, a especialidade é carne, e as sobremesas são sensacionais. Ele não é baratinho, mas com certeza será o que você comerá melhor, será muito bem servido e com um clima romântico perfeito.


Eu e meu marido no Cabaña Las Lilas.


A melhor torta mouse que já comi na vida!


Depois caminhe um pouco à beira do rio, até a Puente de La Mujer, que é uma obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, imitando as pernas de uma mulher. A ponte gira 90 graus para permitir a passagem dos navios. A construção levou 12 meses, concluída em 2001.


———————————————————————————-

Faça a reserva do seu hotel em Buenos Aires aqui com a gente, 
através do Booking.com! ;)
———————————————————————————-

2) Sábado:


Iniciaremos nosso dia com um bom café da manhã e já fazendo turismo no clássico Café Tortoni, com 155 anos de existência. O menu é vasto, e tudo lá é muito bem feito e gostoso. Não é à toa que sobrevive há tanto tempo. Vá preparado pois poderá pegar filas, apesar do lugar ser bem grandinho. Para chegar no café, pegue o metrô e saia na estação Priedas, da linha azul claro.


Café Tortoni, parte do piano.


Não deixe de pedir tostados, uma espécie de misto quente nosso, mas com o pão diferente, e é especialidade para café da manhã em Buenos Aires.

Saindo do café, ande até a Av. 9 de Julio, que vai estar há 2 quadras do restaurante. Ela é a avenida mais largo do mundo e o coração da cidade, onde se encontra o Obelisco, bem no centro, e o grande centro comercial. A melhor pedida é se hospedar nos arredores, pois de lá você chega há qualquer lugar.


Obelisco, na Av. 9 de Julio.


Caminhando um pouco mais à frente, chegará no Teatro Cólon. Dizem que ele é lindo por dentro, mas infelizmente não conheci. A entrada custa 300 pesos, e acho que vale mais a pena assistir a uma peça ou uma ópera. Dê uma olhada na programação e veja se algo te interessa!


Andando 4 quadras à direita (estando de costas pro Obelisco), você chegará na Calle Florida, uma rua que não passam carros, cheia de lojas de roupas, bijus, restaurantes, casas de câmbio e empresas de turismo. É uma delícia andar com calma por lá, fazer umas comprinhas e até um almoço. O chato são os vendedores oferecendo câmbio de moeda e venda de pacotes de passeios o tempo inteiro. E parece que está escrito na nossa cara que somos brasileiros, pois eles sempre gritam “Flamengo” ou começam a sambar na nossa frente…rsrs. No início você vai achar divertido, mas chega uma hora que irrita.


Calle Florida.


Na Calle Florida você encontrará a Galeria Pacífico, super famosa também por suas lojas e arquitetura. Vale uma conferida.
Apesar da avalanche de vendedores ao seu redor, e você automaticamente acabar dizendo “não, não, não” para todo mundo, escute algumas ofertas e compre seu Show de Tango por lá. Sim, você TEM que assistir a um show de tango. 
O mais famoso, é o Señor Tango mas, sinceramente, acho caro demais e todo mundo que conheço que foi diz que é igual aos outros, ou seja, superfaturado. Fui a um chamado Homero Manzi, e amei! Fica em uma esquina famosa e histórica pelo Tango, o restaurante é agradabilíssimo, ótimo serviço e o show lindo! O jantar é bem gostoso também, inclui uma garrafa de vinho, entrada, prato principal e sobremesa. Quando comprar, você pode escolher a opção só show ou show + jantar + transfer, que eu acho que vale bem a pena para aproveitar ao máximo a experiência. Geralmente o jantar começa às 20h, por isso você deve ir em um dia que não fique andando até tarde, e ser a hoje mesmo.

Quando fui em Setembro de 2012 saiu por 320 pesos por pessoa. O Senõr Tango custa 600 pesos por pessoa.

———————————————————————————-
Faça a reserva do seu hotel em Buenos Aires aqui com a gente, 
através do Booking.com! ;)
———————————————————————————-


Para finalizar o dia, andaremos mais 4 quadras até a Casa Rosada, a sede da presidência da Argentina. Tente chegar lá no máximo umas 16h, para dar tempo de você pegar uma visita guiada, que sai de 10 em 10 min, e dura 60 min. A visita é toda em espanhol, claro, mas mesmo se você não falar da para entender bem. Achei interessantíssimo e bem bonito por dentro, reserve um tempo para fazê-la, é de graça.


Pátio no interior da Casa Rosada.


As visitas acontecem aos sábados, domingos e feriados, 
de 10:00 às 18:00.


E agora tango!!! Não há nada mais romântico que jantar tomando vinho e assistindo a um show desses. Uma experiência que não pode ficar de fora na sua visita à cidade.


Interior do restaurante.

Esse vovô cantava muito!


Não sei porque o vídeo com um pedaço do show de tango não está subindo. Acho que está pesado, mesmo tendo só 0:39 min, mas vocês podem vizualizá-lo na Fã page aqui.


3) Domingo:

Hoje passaremos o dia em Palermo, um bairro bem arborizado, cheios de jardins lindos para caminhar com seu amor. Saia na Estação Plaza Itália, e estará no centro do bairro. Logo quando sair verá o Zoológico, com várias carruagens estacionadas na frente. Você pode pagar para dar um volta ao redor do Zoo nelas. Teoricamente seria uma passeio legal e romântico, mas quando você chegar próximo para ver o valor com certeza desistirá, pois os cavalos fedem demais, tadinhos, e é desagradável chegar perto.

Andando mais à direita, você encontrará o Jardim Japonês, que é um jardim com uma temática oriental, bem bonito e decorado. Custa 16 pesos, e vale a pena. Lá dentro tem um restaurantezinho, uns quiosques, e uma exposição. Da pra tirar umas fotos legais, e aproveitar 1h de um verde diferente que não se encontra por aqui.

Jardim Japonês.

Tomando um sorvetinho no jardim.

Xadrez de grama.

É lindo demais!

Mais temático impossível!

Se não estiver cansado de jardins, andando mais a frente, encontraremos o Rosedal. Não paga para entrar, tem um lago ao redor de toda a imensidão de flores, onde você pode andar de pedalinho, para aumentar mais ainda o clima de romance. Vale muito a pena ver. Quando eu fui estava no Outono, não tinham flores, mas mesmo assim era bem bonito.

Entrada do Rosedal.
———————————————————————————-
Faça a reserva do seu hotel em Buenos Aires aqui com a gente, 
através do Booking.com! ;)
———————————————————————————-
Marido brincando de se machucar e cair no lago.

Passarela pelo lago, até o lado das flores.
Como não tenho fotos na primavera, vocês podem ver como fica aqui. Mas como disse, é bonito mesmo no inverno e outono.

Como opções finais você pode ir ao Jardim Botânico ou no Zoológico que ficam nas redondezas, ou pode sair para um último almoço/janta na Av. Costanera Rafael Obligado. É uma rua que fica próximo dali e tem bastante opção, mas tem que ir de taxi. Eu fui no Siga La Vaca, que é bem famoso, mas sinceramente odiei. Carne com muita gordura, muuuuita! Mas é o que eles gostam…. Se quiser algo bem típico com um preço razoável, lá é o lugar, maaaaaas, eu avisei :)

Tem outros restaurantes lindos naquela rua, que me arrependi de não ir. Você pode arriscar algum e depois me contar qual gostou!

Como última opção no bairro, caso você faça todos esses passeios rapidamente, ou seu voo seja tarde, é Planetário Galileo Galilei. Eu fui assistir a uma sessão e achei legal, mas tive que dividir o local com muitas crianças em um passeio escolar. Lá é pequeno, e meu azar não ajudou muito (você vai estar final de semana, eu fui em um dia de semana, ai não sei se foi isso). Mas se você der sorte e não tiver passeios no dia, é uma boa pedida: é romântico ficar no escurinho, com a cadeira reclinada, vendo as estrelas e ouvindo a explicação bem lenta em espanhol!



Planetário Galileo Galilei.



Nos sábados e domingo, há sessões às 14:00, 17:30, 18:30 e 19:30, 
e custa 25 pesos.



Espero que aproveitem bem o final de semana com seu amor 
em Buenos Aires e me contem como foi! :) 

Curta nossa Fã Page: guiamundoafora

Siga no Twitter: @guiamundoafora
Siga no Instagram: @guiamundoafora
Círculos do Google+: guiamundoafora


Categorias:  América do Sul, Buenos Aires, Lua de Mel, Roteiro
Thaís Towersey
Estudante de direito, casada e "mãe" orgulhosa de três gatos. Trocou as tranquilas paisagens cariocas pela vida agitada de São Paulo, que hoje ama como sua cidade natal. Apaixonada por viagens e gastronomia, está sempre procurando novos destinos para conhecer com o marido, outro viciado em voar! Ache-a no Google + e no Instagram.
Faça suas reservas aqui pelo blog
Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão que nos ajuda continuar a atualizar o conteúdo. E você, leitor, não paga nada a mais por isso! Então reserva, vai? :)