5 destinos para curtir natureza no Sul do Brasil

Por que um post focado em natureza no Sul do Brasil? Bom, esta região está cheia de destinos incríveis, mas muito gente lembra apenas das cidadezinhas charmosas para curtir a dois. Ou então foca apenas nos clássicos como Foz do Iguaçu e as cataratas. Obviamente o destino paranaense também ganhou seu lugarzinho na lista, mas ele está longe de ser o único para os amantes de atividades ao ar livre. Por isso, a seguir, fiz uma seleção com sugestões para as próximas férias para despertar seu interesse <3 

++ Leia mais sobre destinos no Brasil
++ Não esqueça o
Seguro Viagem

Canion Fortaleza Cambará do Sul
Cambará do Sul é a terra dos cânions <3

ONDE IR NO SUL DO BRASIL


O Sul do Brasil tem desde praias incríveis até canyons enormes. Com direito a extras como o maior parque de diversões do País, gastronomia de primeira e até passeios de trem. Ou seja, é um prato cheio para os amantes de aventura, natureza e atividades ao ar livre. Na seleção abaixo, procurei sugerir lugares diferentes entre si mas que, em comum, oferecem paisagens lindas ao ar livre. Espero que gostem e, se achar que faltou algum destino importante, coloque sua sugestão nos comentário. Tudo aqui é colaborativo. 

A arte de tirar fotos conceituais de costas, rs. Essa é diante das Cataratas do Iguaçu

CAMBARÁ DO SUL – RIO GRANDE DO SUL


Conhecida como a terra dos cânions, Cambará do Sul esta a apenas uma hora e meia de Gramado, e a menos de três horas de Porto Alegre. É um destino muito legal para aquela viagem a dois – a Thaís, por exemplo, foi com o boy – com acomodações charmosas e cenários tranquilos. Acho que é um dos meus favoritos nesta lista de destinos no sul do Brasil <3

As atividades variam entre caminhadas para ver os paredões rochosos, como o  Cânion Fortaleza no Parque Nacional da Serra Geral; longas refeições regadas a muito vinho e fins de tarde em frente a fogueira. Quer mais? A cidade geralmente apresenta as temperaturas mais baixas do Brasil no inverno. 

Por outro lado, se a viagem for no verão, dá para incluir passeios a cachoeiras. Afinal, só no calor para encarar o mergulho na cachoeira dos Venâncios, por exemplo. 

Cânion Fortaleza Cambará do SUl
Cânion Fortaleza: essa vista vale ou não vale a pena?

Você não pode deixar de ver: 

  • Cânion Fortaleza, Parque Nacional da Serra Geral
  • Cânion Itaimbezinho, no Parque Nacional Aparados da Serra
  • Cachoeira dos Venâncios
  • Fábrica de geléias Sabores da Querência

Onde ficar: Parador Casa da Montanha funciona em uma fazenda e está diante da beleza dos campos de cima da serra, de matas de araucárias e do Rio Camarinhas.

CURITIBA E PASSEIO DE TREM – PARANÁ


Curitiba é uma capital simpática com atrações interessantes para uma escapada de final de semana, por exemplo. Entre os meus favoritos, a Ópera de Arame e o Jardim Botânico, especialmente bonito na primavera. Fora que ambos são muito fotogênicos. 

Jardim botânico em Curitiba
O Jardim Botânico é uma das minha atrações favoritas de Curitiba | Foto Shutterstock – Por Diego Grandi

Porém o ponto alto de Curitiba é, na verdade, o passeio de trem que sai de lá rumo a Morretes cortando a serra do mar. No trajeto de umas quatro horas passamos por pontes, cachoeiras, cenários de natureza preservada e alguns túneis até desembarcar na cidadezinha de Morretes para o almoço.

Hora de provar o barreado, carne bovina beeeem temperada e cozida até ficar desmanchando sabe. Aí, a tradição é misturar com farinha de mandioca: vai na fé que é bom, gente! Depois, a ideia é caminhar sem rumo e curtir a vibe de interior no sul do Brasil.

++Veja mais posts dedicados a Curitiba

Passeio de trem no Paraná, natureza no Brasil
Para o passeio de trem, vale checar a previsão do tempo e priorizar dias de sol | Foto Shutterstock – Por Luciana Nobre Deliza

Não deixe de curtir: 

  • Ópera de arame
  • Jardim botânico de Curitiba  
  • Passeio de trem para Morretes
  • Parque Tanguá 
  • Museu Oscar Niemeyer 

FOZ DO IGUAÇU E AS CATARATAS – PARANÁ


Impossível falar do destino sem citar as Cataratas, um dos monumentos natureza no Brasil de que a gente mais se orgulha, né? Ao longo de quase três quilômetros de fronteira, o Rio Iguaçu despenca em cerca de 270 cachoeiras. 

cataratas do iguaçu
Impossível ficar indiferentes às Cataratas do Iguaçu

Do lado brasileiro, no Parque Nacional do Iguaçu, podemos ver o lado argentino, que reúne a maioria das quedas d’água. E, por isso, dizem, que a nossa vista é a mais bonita. Eu, por exemplo, sou tradicional e adoro a vista da plataforma diante da toda poderosa Garganta do Diabo, com seus 80 metros de altura. E já dou o spoiler: você vai se molhar. 

Quem quiser investir um extra além do ingresso, pode fazer ainda o Macuco Safári, também dentro do parque. É um passeio em que lanchas rápidas cortam o rio até chegar pertinho das quedas. Para lavar a alma <3

Já fora da área de preservação, confesso que não são muitas atrações que me atraem. Curti visitar a Usina de Itaipu, para ver das barragens às turbinas de um dos principais complexos hidrelétricos do mundo. 

No Parque Nacional do Iguaçu acho imperdível:

  • Macuco Safári
  • Tirar foto das centenas de quatis 
  • Ir na plataforma da Garganta do Diabo
  • Trilha Poço Preto para fazer a pé ou de bicicleta (tem 9km e é pesadinha)

Onde ficar: Belmond Hotel das Cataratas é único hotel dentro do Parque Nacional e, por isso, oferece acesso antecipado para os hóspedes. Dá para ir tirar fotos das cataratas bem cedinho, sem ninguém, e depois voltar para curtir uma piscina. É caaaro, eu sei, mas quem puder investir vale a pena.

GRAMADO E CANELA – RIO GRANDE DO SUL


Entra ano, sai ano, no inverno sempre vai ter alguém postando Gramado no Instagram. É um clichê, mas com motivos suficientes para ser uma das cidades mais visitadas do Brasil.  A herança da colonização europeia domina a gastronomia e também está presente nas construções inspiradas na arquitetura bávara. Como dica de onde comer, gosto bastante da cervejaria e restaurante Rasen Platz, aliás. Os croquetes de carne de porco e mix de salsichas ótimas opções para compartilhar. 

Também sugiro uma caminhada sem rumo pelo centro, especialmente na via  Borges de Medeiros, para ver a Igreja Matriz São Pedro Apóstolo e o Palácio dos Festivais (onde rola o Festival de Cinema de Gramado). Já ao entardecer, a dica é o parque do Lago Negro que, pra mim, faz a cidade merecer estar nesta listinha com foco em natureza. 

construções de gramados
Gramado é fofa ou não é? | Shutterstock – Por Diego Grandi

Fora que não dá para falar de Gramado sem sua vizinha, a cidade de Canela. Lá também tem uma igreja imperdível, a Catedral de Pedra. á o Mini Mundo também é famoso, pois reúne miniaturas de construções famosas, como Castelo de Lichtenstein – aquela da Cinderela, que fica na Alemanha. Por último, mas não menos importante, rs, está a Cascata do Caracol para ver no ponto final  dos dos Bondinhos Aéreos – Parques da Serra.

igreja de Gramado
Igreja Matriz de Gramado na primavera | Shutterstock -Por Paulo Nabas

Atrações em Gramado e Canela para incluir no roteiro:

  • Cascata do Caracol 
  • Mundo a Vapor 
  • Catedral de Pedra 
  • Igreja Matriz São Pedro Apóstolo
  • Lago Negro
  • Mini Mundo

Onde ficar: Com fachada toda em madeira e janelinhas coloridas, o hotel Casa da Montanha fica na própria avenida Borges de Medeiros, a poucos minutinhos da Catedral e da Rua Coberta

BALNEÁRIO CAMBORIÚ E BETO CARRERO – SANTA CATARINA 


Confesso que ainda não fui para Balneário do Camboriú, mas ouvi tantas coisas boas que é só uma questão de tempo até eu conhecer este pedacinho do sul do Brasil. Pelo que eu sei, é um destino democrático com praias mais tranquilas e afastadas, mas também muito movimento no calçadão central… Outro dica é visitar o Parque Unipraias, porque ele tem um teleférico para quem curte vistas panorâmicas. 

praia das laranjeiras em Balneário Camboriu
Dizem que a praia das Laranjeiras é uma das mais legais de Balneário | Foto Shutterstock – Por Paulo Nabas

Fora isso, muita gente combina balneário com um – ou mais – dias de bate-volta até o Beto Carrero World, a meia hora de carro, na Praia da Armação – Penha. O parque de diversões tem de áreas temáticas do filme Madagascar e dos carrinhos Hot Wheels, mais legais para os pequenos, , até atrações bem emocionantes. Neste caso, o destaque é a montanha-russa invertida Fire Whip. 

Beto-Carrero-santa-catarina
Eu amo montanha-russa e vocês? | Shutterstock – Por Rubem Sousa

CONHECE AS VANTAGENS DE TER SEGURO VIAGEM NO BRASIL?

Ué, Thaís, se estou viajando dentro do meu próprio país e tenho plano de saúde, para que preciso de seguro de viagem? Pode parecer besteira, mas muita gente não dá atenção para as inúmeras vantagens de contratar um seguro viagem mesmo viajando pelo Brasil.

Se você estiver a mais de 100 km de distância da sua casa o Seguro já é válido e pode cobrir despesas como extravio de mala, assistência jurídica (caso você bata um carro, por exemplo), assistência funeral e até indenização por falecimento, que seu plano de saúde não cobre. Já pensou nisso?

Um seguro viagem no Brasil costuma custar uma média de R$30,00 para 1 semana de viagem somente. Eu nunca viajo sem, porque o valor é muuuuito baixo para garantir minha tranquilidade!

E ainda vou te dar uma dica de ouro: você já pensou em mudar seu plano de saúde para a categoria Estadual ao invés de Nacional?  Geralmente eles custam metade do preço dos nacionais e você pode viajar dentro do Brasil com seguro viagem. Desde que fiz isso, economizei mais de R$2.000 ao ano 😉

POR QUE VIAJAR PARA VER NATUREZA NO SUL DO BRASIL


Eu acho que, muitas vezes, a gente logo pensa em praia quando o assunto é natureza no País. E realmente, temos praias lindas – inclusive apareceram até nesta lista – mas há muito, muito mais. E no sul do Brasil, os destinos se destacam pelas cachoeiras, cânions, passeio de trem pela Serra do Mar e muito charme. É um lado tão bacana quanto, que a gente também precisa valorizar. Fora que sem tem promoção de passagem de avião para Curitiba ou Porto Alegre, o que já facilita bastante.

Me conte sua dúvida ou experiência