Palácio de Versalhes: como chegar, curiosidades e preços

Ah, o Palácio de Versalhes, na França, é lindo demais! Justamente por isso recomendo que você reserve um tempinho para fazer um bate volta até lá, partindo de Paris. Se por fora ele já impressiona pela arquitetura e os jardins, por dentro ele é ainda mais bonito. Curti especialmente a sala dos espelhos <3 Mas para curtir este passeio é preciso se planejar direitinho, então vou reunir todas as dicas que apurei neste post. Espero que ajude vocês! 

++ Veja como ir de Paris a Londres de Trem
++ Confira
dicas de transporte em Paris

portões palácio de Versalhes
Estes portões dourados logo na entrada já mostram a ostentação que nos espere em Versalhes | Photo by Stephanie LeBlanc on Unsplash

PALÁCIO DE VERSALHES –  HISTÓRIA 


Dentre os endereços mais famosos da França, o Palácio de Versalhes é uma propriedade grandiosa que recebe mais de dez milhões de visitantes por ano. A origem da construção vem do século 17, mas  transformou-se em museu apenas no século 19 e, hoje, é patrimônio histórico da França. 

No começo, ele era apenas um palácio de caça nos arredores da famosa Paris. Mas com o rei Louis XIV ganhou atenção da nobreza. O rei investiu bastante para ter um castelo “que brilhasse tanto quanto o sol”. Logo na entrada, já somos impactados por enormes portões dourados que representam isso muito bem. 

++ Viaje com chip de internet na Europa
++ Dicas para montar a 
mala de férias

detalhe palácio de Versalhes
O palácio tem vários detalhes já na parte externa | Photo by Stephanie LeBlanc on Unsplash

Bom, depois dessas reformas, o palácio se tornou residência real até a Revolução Francesa. Uma das moradoras mais icônicas foi Maria Antonieta (quem assistiu o filme com a Kirsten Dunst?). 

Além dos prédios do palácio, com 2.300 cômodos, ele também é bem conhecido pelos jardins super adornados. Que ficam especialmente bonitos durante a primavera, de 20 de março a 21 de junho

JARDINS DE VERSAILLES 


São tantos, mas tantos detalhes, que é até difícil descrever. Com suas diversas espécies de flores e plantas, os jardins são praticamente uma atração à parte. Portanto, vá com tempo para explorar o palácio por dentro e por fora. 

Além da natureza e das formas geométricas feitas de grama e outras plantas, ele é adornado com obras de arte bem legais. Destaque para a estátua da Marie-Antoinette e as fontes de Latona e de Apollo. 

jardins palácio de Versalhes
Galera, olha esses jardins <3 | Photo by Clark Van Der Beken on Unsplash

COMO É O PALÁCIO DE VERSALHES POR DENTRO 


Mais de uma centena de quartos compõem a  antiga residência real, sendo que boa parte abriga uma notável coleção de obras de arte, entre  pinturas e esculturas. A gente se sente dentro de um filme de época em meio ao detalhes barrocos característicos da época

Alguns dos lugares mais impressionantes são o apartamento do rei, a galeria dos espelhos  e os quartos da rainha. Os dois últimos cômodos reabriram no começo deste ano, depois de ficarem fechados por cerca de três anos. Agora está tudo restauradinho <3 

Como deu para perceber, nem todo o castelo de Versalhes está aberto à visitação. Seja por preservação ou porque o cômodo está passando por reformas. Vale checar o site oficial para saber mais detalhes, pois sempre rolam mudanças neste sentido.

interior palácio de Versalhes
sente essa riqueza, rs | Photo by Morgan Lane on Unsplash

COMO CHEGAR AO PALÁCIO DE VERSALHES 


Vamos lá, a cidade de Versalhes fica apenas a 45 minutos de carro de Paris. Assim, o bate-volta a partir da capital é muuuito possível. E vale lembrar de cotar os preços de aluguel de carros na França com nosso parceiro Rent a Cars. É aquela plataforma para comparar valores em diferenças empresa em um só lugar. 

Por outro lado, o transporte público pode ser, sim, uma boa alternativa neste caso. O ideal é ir de trem e o trajeto é relativamente simples. Em Paris, pegue o RER linha C e desça na estação Versailles – Rive Gauche-Château. Uma dica, independentemente do meio de transporte escolhido, vá de manhã e aproveite o dia por lá. O palácio abre às 9h da manhã e você vai ver que vale a pena chegar cedo e ter tempo de ver tudo com calma. 

TOUR GUIADO NO PALÁCIO DE VERSALHES 


O palácio é enooorme, assim acho que vale investir em um tour guiado. Assim rola conhecer os pontos chave e os lugares mais legais. Durante a visita, você tem alguém que conhece bem o local, sabe onde ir primeiro para otimizar o passeio e, de quebra vai contar várias histórias das personalidade que viveram ali. 

entrada do palácio de Versalhes
O palácio de Versalhes é sempre movimentado, mesmo nos meses mais frios | Photo by Stephanie LeBlanc on Unsplash

QUEM LEVA – GET YOUR GUIDE VALE A PENA


Eu recomendo optar pela Get Your Guide, empresa parceira aqui do blog, que manja muito neste tipo de serviço. O tour deles durante 90 minutos, passando pelos apartamentos de Estado, o quarto do Rei e o salão dos espelhos, além de dar acesso aos jardins. Depois, você pode ficar lá dentro por conta. Seja para voltar aos favoritos ou explorar lugares diferentes .

interior do palácio de versailles
O tour guiado facilita muito na hora de explorar o palácio de Versalhes por dentro | Divulgação Get Your Guide

Ah, eles também garantem grupos reduzidos, de até umas 20 pessoas. Número pequeno comparado a alguns tour que vi por lá com, pelo menos, umas 40. Se isso não fosse suficiente, o tour vem num “pacote” com um fura-fila. O acesso é instantâneo por meio de uma entrada com hora marcada. Você fica com aquela sensação de vitória ao passar direto pelas usuais filas enormes para entrar na atração. 

Passeio Inclui | Ingresso, entrada sem fila no palácio, acesso aos jardins do palácio, tour guiado de 90 minutos em inglês

Ponto de Encontro | Faça o check-in na agência da Guidatours: Avenue du Général de Gaulle 10, Versalhes. A agência fica em frente à linha C da estação de trem RER “Versailles Château Rive Gauche”. 

SABIA QUE O SEGURO VIAGEM PARA A EUROPA É OBRIGATÓRIO?


Sim, sim, meu amigo. Se for viajar para Europa, nem pense em ir sem seguro viagem! A União Européia é composta de 28 países, e quase todos eles fazem parte do Tratado de Schengen. Esse acordo torna obrigatório aos turistas terem um Seguro Viagem na Europa de pelo menos 30.000 Euros de cobertura em gastos médicos. Portanto, se você chegar na imigração, te pedirem o documento e você não tiver, eles vão te mandar voltar!

Um seguro de viagem na Europa custa uma média de R$130,00 para 2 semanas de viagem e uma única consulta médica particular por lá sai na faixa de €300. Então mesmo se não fosse obrigatório, é muito inteligente fazer o seu!

Para te ajudar, aqui no blog temos sempre cupons de desconto que variam de 10% a 20% pagando no boleto. Clique no botão abaixo, garanta o seu e leve sua segurança a sério! Vai por mim, eu nunca viajo sem e sempre compro nesse site.

PALÁCIO DE VERSALHES – CURIOSIDADES


É difícil pensar que o Palácio de Versalhes, com toda sua ostentação e vibe de muita riqueza, foi palco para o declínio da monarquia. Quem assistiu ao filme Maria Antonieta deve lembrar da cena em que os membros da realeza fugiram de lá. Foi durante a Revolução Francesa, quando a população do País criticava muito essa vida cheia de luxos da monarquia. Ainda bem que ele não foi destruído e, hoje, funciona como museu e todos nós podemos conhecer, né?

O que você acha mais legal: os jardins ou palácio de Versalhes por dentro?

Me conte sua dúvida ou experiência