Passo a passo para planejar sua viagem para Bonito

Bonito tem TANTOS passeios, tantas opções, que pra quem nunca pesquisou nada sobre o destino pode acabar sendo uma enxurrada de informações de deixar qualquer um tonto. Por isso resolvi montar uma passo a passo pra te ajudar a organizar sua viagem para Bonito, desde como chegar lá, até a escolha dos seus passeios e agência. Vai ser longo, mas vamos nessa?
 

Antes de mais nada, não deixe de nos seguir no Instagram @guiamundoafora
para ver todas as fotos da viagem!
Você também pode procurar pela Tag #GMAemBonito

 
 
QUANTOS DIAS FICAR EM BONITO?
Bem, antes mesmo de fechar qualquer passagem aérea, o primeiro passo para programar sua viagem para Bonito é decidir quantos dias ficar, afinal, sem uma noção disso não da pra comprar nada.
Bonito tem inúmeras opções de passeios e, acredite, dá pra passar belos 15 dias na cidade sem repetir uma atração sequer, mas acho que o mínimo pra conhecer bem seriam 5 dias inteiros. Eu passei 6 dias inteiros na cidade e você pode conferir meu roteiro aqui.
 

Viagem para Bonito

Lagoa Misteriosa vista de dentro, mergulhando de cilindro.

 

O ideal é fazer 2 passeios por dia (um de manhã e um à tarde) para não perder muito tempo, então de 5 a 7 dias inteiros é uma boa pedida para não fazer nada corrido e conhecer os principais lugares. Se eu pudesse refazer minha viagem para Bonito eu pegaria 10 dias inteiros e conciliaria com uma ida ao Pantanal.

Dei mole, não pesquisei direito na hora de comprar a passagem e não pensei nessa possibilidade. #ficaadica
 
Mas vocês repararam que eu disse dias INTEIROS? É, não esqueça de adicionar no seu roteiro de viagem para Bonito um dia para chegar e um para voltar, pois a cidade fica a 300km do aeroporto principal (de Campo Grande), e não é prudente programar nada para os dias de deslocamento. Ou seja, minha viagem para Bonito foi de segunda a segunda, durando na real 8 dias!
Ah, da pra fazer em 3 ou 4 dias inteiros? Sempre da, mas acho que o trampo para chegar até lá é grande para passar tão pouco tempo. A cidade merece mais, eu prometo.
 
COMO CHEGAR EM BONITO
A melhor forma para chegar em Bonito é pelo aeroporto de Campo Grande, a Capital do Mato Grosso do Sul. Ele fica a 300km da cidade, ou mais ou menos 3:30h de carro.
Existe um aeroporto em Bonito, mas os voos pra lá costumam ser bem caros, e ouvi dizer que o negócio é um pouco desorganizado. Mas sempre vale a pena dar uma olhada nos preços, né? Vai que surge alguma promoção!
Se você decidir ir pela maneira mais “tradicional” e chegar por Campo Grande, tente comprar um voo que não chegue à noite, pra ser mais fácil de pegar estrada direto. Minha passagem para Junho saiu com taxas pela TAM por R$200,00, e saem voos diários também pela Gol e Azul.
 

viagem para Bonito

Por do sol incrível na estrada, voltando de um passeio!


 
VALE A PENA ALUGAR CARRO EM BONITO?

Se você dirige, não existe forma melhor e mais econômica de aproveitar sua viagem para Bonito que alugar um carro! O que que acontece: nenhum passeio em Bonito possui transporte incluso, que custa uma média de R$70,00 por dia, por pessoa.😱  Caro, né?

 
Não só é super confortável poder chegar e sair dos passeios no seu tempo, como sai INCRIVELMENTE mais barato alugar um carro. Além do mais, você já pega seu carrinho no aeroporto de Campo Grande mesmo e segue sua viagem para Bonito. Você pode cotar o aluguel do carro aqui pela Rent Cars e pagar em até 12x. Lembrando que se fizer por esse link você da uma forcinha pro blog, então não deixe de reservar por aqui, se curtiu as dicas! 😉
Meu aluguel de carro para 8 dias custou R$530,00, com ar condicionado! Depois vou falar um pouco melhor em um post específico sobre o que achei de dirigir em Bonito, combustível e tudo mais.
 
ONDE FICAR EM BONITO?
Bem, já temos passagem e carro alugado, agora temos que decidir onde se hospedar. Existem hotéis, pousadas e hostels de todos os tipos na cidade, e o perfil vai do viajante. Eu me hospedei na Pousada Chamamé, e não poderia ter feito uma melhor escolha. A Pousada é super confortável, cheia de verde ao redor e o serviço superou as expectativas. Ela fica há umas 5 ruas do centrão da cidade, longe da muvuca e ao mesmo tempo pertinho pra sair para jantar, são só 5 min de carro. Mas se por algum motivo qualquer você não estiver de carro (mas alugue, não vai se arrepender), aí a localização já pode ser inconveniente para ir a pé jantar.
 

Pousada Chamamé

Piscininha na Pousada Chamamé


 
No meio do burburinho tem o CLH, um hotel recomendado por alguns amigos e outros brasileiros que conheci nessa viagem para Bonito. É um opção econômica mais no centrão. Na mesma faixa de preço tem o Hotel da Praça, também indicado por alguns locais (e fica NO MEIO da praça principal, não sei se chega a rolar um barulho à noite)
Para quem busca mais luxo, eu iria no Wetiga, um hotelzão super imponente e que parece não decepcionar. O mais luxuoso de todos, segundo os locais, é o Zagaia, um Eco Resort que fica bem afastado do centro, mas nada além de 15, 20 minutinhos de carro. É uma opção pra se hospedar no mato com conforto!
Pra economizar de verdade você encontra quartos compartilhados no Bonito Hi Hostel. Já aviso que não fica pertinho da praça, mas tem comércio ao redor. Para ver todos os hotéis de Bonito, clique aqui.
 
QUAIS PASSEIOS ESCOLHER EM BONITO?
Aí chegou a parte difícil. Tem tanta opção, tanta flutuação, que a gente fica perdido se escolhe os clássicos ou se arrisca em alguns passeios diferentes, né? Conforme eu for soltando os posts dos passeios, vou linkando aqui e no post de roteiro, pois essa escolha é muito pessoal, principalmente por que cada grupo tem um estilo. Mas deixa eu te dar uma luz geral:
Você obviamente já viu muitas fotos de viagem para Bonito e sabe que a grande pegada do lugar é flutuar naquelas águas cristalinas. Indico fazer pelo menos 2 flutuações, pois elas são super diferentes umas das outras. O Rio da Prata foi minha favorita, e acho que não da pra ficar de fora! Entre a Sucuri e a Nascente Azul, gostei mais da segunda, pois apesar de mais curta tem mais peixinhos! 🐟🐟
 
Rio da Prata

Rio da Prata: super transparente!


 
Existe uma imensa variedade de passeios de cachoeira também. O mais conhecido é a Estância Mimosa, que eu curti bastante! O Boca da Onça também é super famoso, principalmente pelo seu rapel de 90m de altura, o maior de plataforma do Brasil (a vista é mara, indico demais fazer!). Os dois foram super aprovados por mim, e o que eu conheceria em uma próxima viagem para Bonito seria o Parque das Cachoeiras (o Amilton contou aqui a experiência dele). Mas se tivesse que escolher um só, eu iria de Boca da Onça!
 
CHIP DE INTERNET COM 10% DE DESCONTO

Já pensou em chegar no seu destino conectado? O chip da Viaje Conectado tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países. É só colocar o chip e pronto! Compre com 10% de desconto automaticamente por esse link. Compre aqui!


 
 
Para quem busca mergulho de cilindro, só indico dois: a Lagoa Misteriosa e o Abismo Anhumas. Eu sou credenciada, mas não me arrisquei a fazer nenhum dos dois, pois questões de claustrofobia.. haha Depois vou contar melhor sobre isso, mas o Abismo foi meu passeio preferido, DISPARADO e eu faria mil vezes, mesmo sem mergulhar! Para quem curte aventura e não tem medo de altura, por favor, faça!!
 
Abismo Anhumas

Rapel de 72m de altura com subida! Imperdível, sensacional, inesquecível!


 
Aí correm inúmeras opções de passeios mais curtos: eu amei fazer o passeio de duck (tipo um caiaque com descidas em quedas d’água); as cavalgadas no fim da tarde também são uma delícia e uma forma de dar uma descansada no agito dos outros passeios; amei andar de quadriciclo na Trilha Boiadeira e observar aves no Buraco das Araras.
O que não indico: eu não gostei das famosas Grutas de São Miguel e a Gruta do Lago Azul. Pode jogar pedra, eu sei que é a imagem cartão postal de Bonito, mas eu não curti. A foto realmente é LINDA (e sem filtro), mas pessoalmente, ela não é tão azul assim e é um passeiozinho pra vovó que não tem pra onde ir. Vai na minha, gaste seu dinheiro e, principalmente, seu tempo em outro passeio. Esse é um dos poucos lugares que a foto é mais bela que o local pessoalmente.
 
Gruta do Lago Azul

Juro que a foto é muito mais bonita que o real. Juro!


 
Talvez depois role um post comparando melhor os passeios, mas por hora acho que deu pra ter uma ideia, né? 🙂
 
COMO RESERVAR SEUS PASSEIOS EM BONITO?
Um coisa curiosa sobre Bonito: não é possível reservar seus passeios direto com as atrações, é necessário fechá-los por uma agência de viagens. Mas calma, os valores são tabelados, e o grande diferencial de uma pra outra é o atendimento, não adianta tentar barganhar preços – é possível conseguir pequenos descontos em algumas agências menores, mas isso vem com um sério risco de vir casado com um serviço que comprometa sua experiência na viagem.

Quem montou minha viagem para Bonito foi a Big Tour, e eu saí hiper satisfeita! Eles organizaram tudo pra mim super rápido, tiraram todas as dúvidas por email, e depois enviaram tudo organizadinho, inclusive com o tipo de roupa ideal para cada atração. Manda uma email pra Tati ([email protected]) e da um alô por mim! Eu iria com eles de olhos fechados! 🙈

 

Cachoeira Boca da Onça

A maior cachoeira do MS também fica no Boca da Onça, com 156m!


 
O QUE LEVAR NA MALA PRA BONITO?
Independente da época que você viajar, não deixe de levar pelo menos umas 3 roupas de banho diferentes. Você vai viver na água, e ninguém merece ficar levando maiô molhado de um lado pro outro.
Um tênis também é imprescindível, já que nenhum passeio deixa você chegar de chinelo, por questões de segurança. É sempre necessário fazer uma mini trilha até chegar no rio (nem que sejam 300m), mas mesmo assim eles não permitem pé de fora!
Como fui no inverno, levei um calça jeans que foi minha companheira de aventuras, e um casaco. Mas a maior parte do tempo estava de maiô mesmo. E em alguns passeios, como cavalgada, é obrigatório usar calça, então é bom ter pelo menos uma.
Protetor solar, repelente (para quem vai no verão) e Go Pro são essenciais! Se você tiver suporte de cabeça pra sua GoPro, não esqueça, como eu! 😡 Em alguns passeios só é liberado usar com esse suporte…
 
E QUANDO IR A BONITO?
Olha, gente, eu AMEI ir em Junho. Muita gente tem medo de ir nessa época, por ser inverno, mas eu não deixei de entrar na água em nenhum momento por causa do frio. Nessa época não tem mosquitos, os passeios estão super vazios e os preços melhoram muito, por ser baixa temporada. Ao contrário do que dizem, eu vi MUITOS animais no inverno e os horários dos passeios são bem mais flexíveis.
Em julho (é alta por causa das férias), novembro, dezembro e janeiro são os meses mais procurados e os de calor. Os mosquitos correm soltos, e a procura pelos passeios é tão grande e você tem que reservar tudo com MUITA antecedência, senão fica de fora dos mais concorridos. Nessa época os horários são mais rígidos, e cada passo nos passeios é cronometrado, pra dar tempo de receber todo mundo.
Então eu voltaria mil vezes em Junho, sem pestanejar!
 
Gente, muito post ainda vai rolar, e se tiverem sugestões de posts gerais como esse, manda ver nos comentários, e pode tirar as dúvidas à vontade!

Fiquei enlouquecida com as belezas de Bonito e querem que saiam de lá tão felizes como eu! 💙

 
LEIA MAIS

 
 

2 Comentários