Roteiro de Buenos Aires em 4 dias

Buenos Aires é uma cidade beeem conhecida pelos brasileiros, principalmente por ser uma viagem barata e super acessível até em feriados como a semana Santa. Mas não é por isso que não temos que nos programar, não é mesmo? Em minha opinião, 4 dias na cidade são suficientes para conhecer diversos pontos turísticos com calma, mas com bastante atividades. Leia o roteiro de Buenos Aires em 4 dias e se divirta na capital Argentina!

 

Casa rosada

Casa rosada.

 

DIA 1 e DIA 2


Já temos esses dias montados no post “Final de semana romântico em Buenos Aires”, pois lá você encontrará dicas de lugares super legais que não falarei aqui, para não ser repetitiva, ok? =)

 

DIA 3


Nosso dia se passará todo em Recoleta que, sem dúvida, é o bairro mais bonito dos nossos 4 dias em Buenos Aires: bem arborizado e com pessoas mais arrumadas. Dá gosto andar por lá, sabe?

Como preferência pessoal, sempre indico começar seu passeio em um café, para turistar gastronomicamente também (às vezes é a melhor parte do dia!). O mais famoso do bairro é o La Biela, inaugurado em 1850. Eu, sinceramente, achei caro para o cardápio limitado, mas tudo o que comi estava bem gostoso. A estrutura da casa é linda e o ambiente bem argentino, e por isso acho que vale a experiência. Ele se encontra na Av. Quitana, 600.

O único problema de Recoleta é que não há estação de metrô em todo o bairro, e você terá que chegar de ônibus ou de táxi, caso não esteja hospedado pela região. Andar de ônibus não é uma tarefa muito fácil em Buenos Aires, e por isso escrevi um post cheio de dicas sobre “Como andar de ônibus e metrô com segurança em Buenos Aires”. Mas, se mesmo assim estiver com dúvidas, o bom e velho táxi sempre salva 😉

 

CHIP DE INTERNET COM FRETE GRÁTIS

Já pensou em chegar no seu destino conectado? O chip da EasySim4U tem planos de dados ilimitados que funcionam em 140 países. É só colocar o chip e pronto! Compre com frete grátis automaticamente por esse link. Compre aqui!

 

Cemitério de Recoleta Buenos Aires

Cemitério de Recoleta.

 

Praticamente ao lado da cafeteria você verá o Cemitério de Recoleta, onde muitas pessoas famosas (Argentinas Famosas, não Hollywood famosas) estão enterradas, como Eva Perón. Confesso que fui arrastada pelo marido, pois a ideia de visitar um cemitério soa muito mórbido pra mim, mas no final achei o lugar bem bonito. O que realmente chama atenção não são os personagens enterrados em si, até porque não conhecemos a maioria, mas sim a grandiosidade dos túmulos, geralmente construídos como grandes casas de mármore, que disputam entre si para ver qual é mais ostensivo.

 

Túmulo cemitério Recoleta

Eu ainda estava um pouco aborrecida. Tinha acabado de entrar ;D

 

Saindo do turismo macabro e andando em direção à Av. del Libertador, você passará por diversos museus de arte para aproveitar em Buenos Aires em 4 dias, como o Centro Cultural da Recoleta, Buenos Aires Design e o Museu de Belas Artes. Se o assunto te interessa, perca-se por eles e passe seu dia respirando arte (adoro!).

Chegando na Avenida, é impossível não ver uma flor gigante feita de metal. Ela se chama Floralis Genérica e, teoricamente, fecharia e abriria suas pétalas de acordo com a luz do sol, mas a engenhosidade está quebrada há alguns anos. Independente desse pequeno detalhe, acho um ponto imperdível, inclusive pelo tamanho que impressiona! É linda, linda, linda!

 

Buenos Aires em 4 dias

A flor, super símbolo da cidade.

 

Continuando a caminhada, chegaremos na Biblioteca Nacional. Grande em seu interior, e construída em 1810, está de pé há 200 anos e acolhe por volta de 2 milhões de livros. Como a entrada é grátis, faça uma visita e dê uma observada no acervo e estrutura interna das salas. Por curiosidade: o prédio da foto foi reformado em 1993.

Depois de tudo, siga até Av. Santa Fé, que fica a 7 quadras da Biblioteca. Da pra ir andando com calma e desfrutando o bairro que é super agradável, mas se achar longe demais, pegue um táxi e peça para saltar na Livraria Ateneo. Av. Santa Fé, 1869.

 

Libraria Ateneo Buenoa Aires

Livraria Ateneo: linda por dentro!

 

A livraria é histórica, com mais de 120 mil títulos diferentes à venda, e foi considerada a segunda livraria mais bonita do mundo. Antes de abrigar tantos livros, o local era um teatro, que manteve seu interior com camarotes e cortinas vermelhas pomposas, que faz essa visita ser bem especial. A livraria fica aberta diariamente e nos sábados vai até 00:00! Agora você pode tomar um café no Havana ou no Martinez, duas cafeterias deliciosas que não se encontra com facilidade. O Havana eu sei que tem aqui em SP, mas o Martinez não.

 

DICA: não faça o contrário, pois não é permitido entrar com bebidas na livraria.

 

A Av. Santa Fé, que você está, é repleta de lojas de grife e até algumas mais baratinhas. Acho um dos melhores lugares para se fazer compras em Buenos Aires, no quesito ‘ser bem atendido’, mas não em preço. Na verdade, aquela ideia de que fazer compras em Buenos Aires era uma boa não existe há muito tempo.

 

DIA 4


No último dia do nosso roteiro de Buenos Aires em 4 dias, para o café da manhã, vamos de histórico novamente: fundado em 1928, El Gato Negro não é só uma cafeteria.

Na verdade ele também é uma cafeteria, pois o foco da loja está nos chás e ervas diferentes, disponíveis para experimentar no local ou para venda por peso.  Vidros e mais vidros de especiarias expostas, cheias de cores e odores, criam uma mistura super diferente, impossível de não notar logo que se entra na loja. Da vontade de levar tudo! A Loja se encontra na Av. Corrientes, 1669.

 

++Top 3 restaurantes de carnes argentinas em Buenos Aires (com preços!)

 

Especiarias em Buenos Aires

El Gato Negro: o que não falta são opções de chás e ervas para experimentar.

 

Se nos seus 4 dias em Buenos Aires tiver um domingo, não deixe de dar um passeio por San Telmo para conhecer o mercado de rua que só acontece nesse dia. Eu ADORO mercados de rua, cheios de artistas, barraquinhas e muito artesanato. É um ótimo lugar para comprar lembrancinhas da cidade e fazer uma caminhada despretensiosa.

 

Feira de San Telmo Buenos Aires

Adoro feirinhas coloridas!

 

Artistas na feira de San Telmo

Artistas de rua na feira de San Telmo.

 

Depois de curtir a feira, partiremos ao bairro Boca, que é conhecido por ser o mais perigoso de Buenos Aires, mas nada para se assustar, principalmente se você é carioca como eu 😉

Fique de olho na sua bolsa e não de bobeira com o celular e a câmera, e você sobreviverá. Primeiro visitei o Estádio do Boca Juniors, La Bombonera, mas não paguei para entrar, pois acho válido só para os super fãs de futebol. Minhas amigas fizeram uma visita guiada que durou uns 30, 40 min e custou 75 pesos em 2012;  eu fiquei explorando a lojinha e as redondezas.

 

La Bombonera Buenos Aires

Amiga Natasha dentro do estádio.

 

Dali dá pra ir a pé para o meu ponto turístico preferido da cidade: El Caminito. A história do lugar é a seguinte: Na área onde hoje se encontra o Caminito, passava uma ferrovia que fechou em 1928 e o terreno ficou abandonado. Alguns anos depois, um grupo de moradores decidiu restaurar o local e, pela falta de dinheiro, tudo foi pintado com restos de tinta, o que explica o porque do arco íris nas paredes. Por ali você encontra restaurantes, lojinhas de souveniers e uma loja da Havana bem conhecida. A imagem não me deixa mentir, não é?

 

El Caminito

Conhece ou não?

 

El Caminito Buenos Aires

Amo essas cores e descontração!

 

El Caminito também é famoso pelos artistas dançando tango, que te cobram 60 pesos para tirar uma foto à caráter. Pra mim, é um lugar gostoso para sentar, tomar uma cerveja e observar o vai e vem dos turistas. Mas lembre-se: não saia tarde de lá, pois o bairro pode ficar bem deserto com o cair do sol.

 

Amiga Waleska tirando foto com o dançarino de tango.

Amiga Waleska tirando foto com o dançarino de tango.

 

Curtiu o roteirinho de Buenos Aires em 4 dias? Da um pitaco aê!

 

 

LEIA MAIS

 

11 Comentários

  1. Oi, Thais! Estava procurando dicas para buenos aires e acabei encontrando o seu blog! Eu vi que você não fez a visita guiada ao estádio do Boca, mas você sabe onde consigo encontrar essa opção? Já procurei em alguns sites e não encontrei nada confiável. Obrigada e parabéns pelo blog! 🙂

  2. Olá Thaís, acho seu blog interessante,e não gostaria que vcs divulgassem uma informação errada. A BIBLIOTECA NACIONAL foi realmente criada em 1810, mas o prédio que vc mostra na foto só,foi inaugurado em 1993. Na verdade era uma proposta do seu diretor José Luis Borges, cujo projeto foi aprovado em 1960, mas só começou a construção em 1971, levando varios anos para construir.

  3. Oi, Thais. Legal o seu blog e bonito também. Provavelmente você ou o seu marido devem ser design, rsrss.
    Tenho um blog de viagens e nele há uma sessão em que eu faço entrevistas com pessoas que moram em outros países ou que viajam muito.

    Estou buscando um casal para entrevistar e achei vocês ótimos. Dá uma olhadinha no formato de entrevistas que eu faço e se vocês curtirem, eu faço uma com vocês. Vou deixar o link de uma delas: http://uziporai.blogspot.com.br/2013/06/entrevista-na-alfandega-evelyn-priscila.html

    • Oi Uziel! Acabei de conhecer seu blog e adorei também.
      Eu que sou designer.. rsrs mas foi uma amiga que fez o trabalho duro da imagem do blog! rs

      Meu marido adorou o nome do seu blog, pois ele é da Receita Federal, e trabalha na parte aduaneira! hahaha
      Com certeza ficaríamos felizes de dar uma entrevista. Me mande um email e conversamos melhor!